9 e 1/2 semanas de amor

Estamos entrando na décima semana de aulas do ano, ou seja, já tivemos pelo menos 9 e 1/2 semanas de amor, muita aula, muita correria, jornais e mudanças. Na verdade, a lua de mel dessas nove e meia semanas de amor foi justamente a prova de protuguês estilo Saresp da semana passada, abordando os temas da “recuperação”.🙂

Nessa altura do campeonato todos já estamos dimensionando melhor as mudanças propostas pela SEE e cada um está procurando seu rumo. Professores e alunos tentam, e com muita boa vontade, fazer dar certo algo que não é nada fácil diante das circunstâncias de cada um.

De minha parte tentarei suprir os meus alunos com algum material didático na forma de “super-resumos” (mais resumidos do que apostilas de cursinho semi-extensivo) e darei continuidade ao trabalho que já venho realizando com eles em anos anteriores.
Tenho plena consciência de que a programação do curso de Física é impossível de ser cumprida com um mínimo de decência em vista da carga horária da disciplina e das dificuldades de se trabalhar sem material didático e quase sem nenhum outro recurso (e olha que minha escola até que dispõe de alguns recursos!). Apresentar a Física de forma extremamente superficial e abandonar práticas pedagógicas mundialmente reconhecidas para dar conta de um currículo extenso não me parece ser boa prática pedagógica, tanto quanto não me parecia boa prática a insistência de muitos colegas em se aprofundar em alguns poucos temas e simplesmente omitir todo o resto. Como essa é uma equação sem solução, não vou me estressar tentando resolvê-la.🙂
Professores colegas de outras escolas públicas que quiserem utilizar também esse material que estou disponibilizando para os meus alunos podem baixá-lo na Biblioteca Online do meu site. Esse material é de minha própria autoria e não há restrição de uso em escolas públicas no que diz respeito aos direitos autorais. Se os colega professor dispuser de recursos para atividades experimentais, baixe também os roteiros de atividades que colocarei lá, à disposição de quem queira usá-los. Todos os roteiros já foram testados e aplicados em anos anteriores e podem ser utilizados paralelamente à teoria (na verdade eles servem bem para “encaminhar” o tratamento da teoria).

Continuo avaliando as visitas a esse blog e as respostas às enquetes propostas do lado direito da página e, até o início do mês que vem, decidirei que destino dar a ele. Meu tempo continua cada vez mais curto e, portanto, as atualizações estão cada vez menos freqüentes. Sinto que o blog está carente de “assuntos interessantes” e não quero transformá-lo em apenas mais um muro de lamentações. Os blogs dos professores Helder e Gonçalo (veja os links do lado direito da página) estão muito bons, visite-os.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: